Escolha uma Página
Entenda a importância da análise de concorrência na odontologia

Entenda a importância da análise de concorrência na odontologia

Se inscreva na nossa NEWSLETTER

Deseja Aprender sobre Gestão Clínica?

Você sabia que, para ter um negócio de sucesso, é importante ficar sempre de olho na concorrência? Isso porque ela pode demonstrar o ritmo do mercado e as ações que são positivas para o seu setor de atuação.

Uma análise de concorrência permite ter em mãos detalhes que podem ser primordiais para o bom funcionamento de uma clínica odontológica. Para uma estratégia ideal, porém, é importante conhecer o próprio negócio, para andar na direção certa e conquistar os objetivos traçados.

Pensando nisso, apresentamos, a seguir, algumas dicas importantes de como fazer uma avaliação eficaz, que permita conhecer mais seu nicho de mercado e o público. Acompanhe!

O que é análise de concorrência e qual a sua importância?

Analisar a concorrência leva a uma visão mais específica de como o mercado age. Para tanto, é necessário levantar dados por meio de pesquisas com os concorrentes: isso ajuda a observar as ações adotadas por eles e a comparar os resultados.

Se for desenvolvida da maneira certa, essa estratégia pode trazer muitas vantagens. Com ela, é possível ter em mãos informações relevantes, que ajudam a identificar os motivos que levam os pacientes a procurarem por outras clínicas odontológicas.

Além disso, com tais dados, fica mais fácil criar diferenciais e ganhar vantagens competitivas. Trata-se de uma forma de enxergar novas oportunidades e conquistar um lugar no mercado.

Essa avaliação deve ser um processo contínuo, especialmente quando há novos métodos ou tecnologias para os serviços do setor. A estratégia envolve aspectos significativos de identificação dos pontos fortes e fracos de outros consultórios (da localização ao preço cobrado pelos tratamentos).

Para que o processo seja conduzido adequadamente, é fundamental seguir alguns passos. Veja quais são eles a seguir!

Identificar os concorrentes

A primeira coisa que se deve fazer é definir quem são os concorrentes diretos e indiretos. Em muitos casos, há alternativas que podem se tornar mais interessantes aos olhos dos pacientes e substituir produtos ou serviços já oferecidos pela clínica.

A concorrência direta são os consultórios que têm serviços semelhantes. Pode ser que eles atraiam mais pacientes pela forma de atendimento, pela qualidade dos produtos, pelos equipamentos inovadores ou pelos preços mais acessíveis.

Já os concorrentes indiretos são os que têm produtos parecidos, mas não oferecem necessariamente os mesmos serviços. Isso inclui, por exemplo, empresas especializadas na venda de itens para clareamento dental.

Levantar informações relevantes

Depois de descobrir quem são os concorrentes, é preciso levantar dados sobre eles. Devem ser obtidas informações verdadeiramente interessantes e que supram as necessidades do negócio. Além disso, é fundamental mapear seus pontos fortes e fracos. Assim, fica mais fácil saber o que melhorar em sua clínica e como garantir mais vantagens.

Algumas ferramentas podem ser interessantes para capturar essas informações e ajudá-lo a manter o foco em seu propósito. Uma ótima forma de obter tais dados é por meio da avaliação do marketing do concorrente.

Se ele tiver sites, redes sociais ou outros canais digitais, é possível colher informações com mais facilidade e rapidez. Deve-se, ainda, observar a presença on-line dos consultórios nas mídias sociais e as estratégias adotadas para conseguir pacientes e alcançar o público-alvo.

Analisar os dados obtidos

Depois de fazer a pesquisa, vai ser possível perceber algumas tendências. Para que as estratégias sejam executadas com a máxima eficiência, entretanto, é essencial cruzar os dados coletados. A partir deles, você pode verificar as forças que os concorrentes têm sobre seu negócio e o mercado.

Além disso, é preciso avaliar as fraquezas do estabelecimento e saber como se sobressair perante os pacientes. Essas informações permitem entender quais são as oportunidades de crescimento e as verdadeiras ameaças à sua clínica odontológica.

Para medir esses índices, uma ferramenta muito interessante é a matriz de forças, fraquezas, oportunidades e ameaças (Strengths, Weaknesses, Opportunities and Threats — SWOT). Ela permite colocar todos esses pontos em uma matriz, de forma a facilitar a visualização das informações.

Como analisar os concorrentes?

Pesquise o mercado

Além de pesquisar os concorrentes, é importante investigar o mercado. Ouça o que o público diz sobre outros consultórios, descubra o que ele procura e entenda como oferecer algo que o forneça satisfação e bem-estar. Essas e outras respostas podem ajudá-lo a aperfeiçoar a análise de concorrência.

Avalie o que a imprensa fala sobre as clínicas

Grandes clínicas geralmente são notícia nos meios de comunicação da região, especialmente quando utilizam novos equipamentos ou técnicas inovadoras. Por isso, acompanhe o noticiário e veja quais são as novidades do setor. Dessa forma, pode-se verificar como melhorar o marketing e os serviços da clínica.

Verifique a publicidade

Quais são as táticas de marketing usadas pelos concorrentes? Onde eles costumam anunciar seus serviços, seus produtos e suas promoções? Quais são os formatos contratados?

Descobrir essas respostas pode contribuir para o entendimento do que há de novo no ramo da publicidade e dos meios que permitem um acesso mais amplo aos pacientes. A partir dessas informações, é possível construir planos mais eficientes e elaborados dentro do negócio.

Conheça a si mesmo

Você já leu A arte da guerra? O livro apresenta estratégias criadas por Sun Tzu, um general que venceu muitas batalhas com seus planos. Nas técnicas ensinadas por ele, fica claro o quão importante é conhecer a si mesmo para vencer a guerra.

Esse ensinamento pode ser levado para o mundo dos negócios: de nada adianta conhecer a concorrência se não souber quais são seus próprios pontos fortes e fracos. Antes de investigar as demais clínicas, portanto, é essencial saber quem seu estabelecimento realmente é.

Entenda as ferramentas de análise

Para agilizar o processo, é importante contar com softwares e ferramentas que ofereçam relatórios de fácil entendimento e possam ser verificados sempre que for preciso. Há muitos aplicativos no mercado, mas é necessário adotar um que atenda a todas as necessidades da clínica.

A análise de concorrência é primordial para qualquer consultório que queira obter sucesso, atrair pacientes e manter-se competitivo. Sem ela, é impossível descobrir as exigências do consumidor moderno.

Blog-Whats-FINAL-sidebar

Conheça nossos produtos

Vem aprender mais sobre sua gestão!

Receba toda semana no seu e-mail, conteúdos exclusivos sobre como melhorar a gestão da sua clínica, dicas de diversos segmentos, atendimento aos clientes e pacientes, financeiro, estoque, entre outros assuntos que vão auxiliar você na sua administração. INSCREVA-SE
Contatos
0800 777 2911 (19) 9 8450-0441 Horário de Atendimento: 8:00h as 18:00h
Quem Somos
Somos uma empresa consolidada, que está há mais de 10 anos no mercado dando à você a melhor experiência em Gestão Clínica, com softwares simples, ágeis e poderosos. Nosso objetivo é fazer sua empresa está organizada, pronta para crescer em larga escala. Venha fazer parte desse grupo de mais de 700 clientes satisfeitos! Estamos te esperando!
6 dicas para que o paciente compareça na sua consulta de retorno

6 dicas para que o paciente compareça na sua consulta de retorno

Se inscreva na nossa NEWSLETTER

Deseja Aprender sobre Gestão Clínica?

O comparecimento à consulta de retorno é uma das etapas mais importantes do processo odontológico e médico. É nesse momento em que exames são avaliados, um diagnóstico é passado e as respostas do organismo podem ajustar o que foi prescrito.

No entanto, tudo isso se quebra quando o paciente não comparece à consulta de retorno. Esse pode ser um grande problema para clínicas de todos os tipos, já que impede que seja possível entregar valor à experiência do paciente.

Felizmente, é possível pensar em estratégias para diminuir as chances disso ocorrer. Afinal, muitos dos motivos que causam o não comparecimento à consulta de retorno são previsíveis e até podem ser prevenidos com as iniciativas certas por parte da clínica.

Por que o paciente não comparece na consulta de retorno?

O não comparecimento de um paciente na consulta de retorno é algo que tem um impacto negativo não só na organização do seu consultório como também no próprio tratamento dele. No entanto, é preciso entender os motivos pelos quais isso acontece antes de começar a pensar em soluções para o problema.

A seguir, estão destacados alguns dos principais motivos que fazem o paciente não comparecer à consulta de retorno.

Esquecimento

Nem todo mundo tem uma memória impecável. Em outros casos, a falta de organização pode fazer com que o paciente se esqueça da data da consulta de retorno. Então, as chances disso ocorrer são ainda maiores quando há um período longo até a data marcada.

Desinteresse

Se na visita anterior foram requisitados exames, a não realização deles também pode impactar em um não comparecimento à consulta de retorno. Portanto, um dos motivos que isso pode ocorrer é o desinteresse, o caso em que o paciente não acredite ser necessário realizar esses exames e abre mão do tratamento.

Mudança de médico

Outro motivo que pode fazer com que o seu consultório não consiga contar com o comparecimento do paciente na consulta de retorno é que ele optou por requisitar os serviços de outro profissional. Por inúmeras razões, ele pode enxergar uma alternativa mais valiosa para as necessidades dele e abandonar o tratamento com você.

Medo

Há muita gente que tem medo de médico e somente faz esse tipo de visita em último caso. E, ainda assim, há chances de não completarem o tratamento comparecendo a uma consulta de retorno quando o medo toma conta por completo.

Como garantir que o paciente compareça na sua consulta de retorno?

Tendo em mente as razões que podem fazer com que o seu paciente não compareça na consulta de retorno, o próximo passo envolve traçar estratégias focadas em evitar que isso ocorra. São iniciativas de diversos tamanhos que podem fazer toda a diferença no contato com o seu paciente e, assim, garantir que ele complete o tratamento com você.

Veja, a seguir, quais são as 6 melhores dicas para que o paciente compareça na sua consulta de retorno.

1. Envie lembretes automáticos

Uma das ferramentas mais eficazes para combater o esquecimento em relação à consulta de retorno é mandar lembretes. Enviar uma mensagem para o paciente na véspera da data da visita pode ser o suficiente para que ele não falte.

É ainda melhor quando se pode automatizar esse processo, já que ele pode ser bastante demorado dependendo do número de pacientes da sua clínica. Você pode contar com a ajuda de um software de gestão especializado nesse segmento para enviar lembretes automáticos. 

2. Reforce a importância dos exames

Como o desinteresse em realizar exames pode impactar no não comparecimento à consulta de retorno, os seus profissionais médicos precisam reforçar a importância deles. O segredo para isso está na devida contextualização.

Ou seja, é necessário explicar muito bem para o paciente os motivos pelos quais ele deve fazer cada exame. Ele precisa ser capaz de visualizar como cada um desses passos será essencial para um tratamento de êxito.

3. Ofereça um atendimento personalizado

As pessoas gostam de se sentirem valorizadas em vez de serem apenas mais um número em uma planilha. Personalize o atendimento ao lidar com elas para que você tenha uma maior taxa de comparecimento às consultas de retorno.

Uma ótima maneira de otimizar isso é com o uso de um software de gestão que seja capaz de armazenar informações sobre os pacientes. Assim, ao interagir com eles, será possível consultar seus dados e personalizar a abordagem.

4. Organize o calendário com um software

Um dos fatores que faz com que o paciente tenha uma experiência ruim em uma clínica é ter que esperar demais para ser atendido. Isso pode fazê-lo desistir de seguir tratamento com você, algo que causará ausência na consulta de retorno.

Para evitar que isso aconteça, você precisa organizar o seu calendário de consultas de forma que cada atendimento ocorra no horário marcado e ninguém fique esperando demais. Existem softwares de gestão especializados em clínicas médicas que podem ajudar nesse trabalho.

5. Entre em contato para confirmar

A boa e velha ligação via telefone também pode fazer toda a diferença para aumentar o comparecimento à consulta de retorno. Ela não precisa ser uma substituta da mensagem automática de lembrete, e sim um complemento.

Portanto, nesse contato, vale a pena reforçar a importância do comparecimento e da continuidade do tratamento do paciente. 

6. Invista na visibilidade da sua marca

Você sabia que o marketing também é fundamental para que os seus pacientes compareçam à consulta de retorno? Afinal, manter uma boa exposição à marca da sua clínica faz com que ela seja mais lembrada e valorizada pelo público.

É ainda mais valioso quando essa divulgação é feita com foco em reforçar o domínio que os seus profissionais têm a respeito de suas áreas de atuação. Estabelecer a sua clínica como uma autoridade em seu meio pode não só atrair novos pacientes como também aumentar sua taxa de comparecimento a consultas de retorno.

Como você pôde ver, contar com o auxílio de um software de gestão é fundamental para garantir o comparecimento do paciente à consulta de retorno e vários outros benefícios. Essa é uma forma de otimizar os processos da sua clínica e entregar um atendimento de mais qualidade e maior competitividade em seu segmento. Assim, procure sempre se manter em um caminho de aprimoramento constante.

Blog-Whats-FINAL-sidebar

Conheça nossos produtos

Vem aprender mais sobre sua gestão!

Receba toda semana no seu e-mail, conteúdos exclusivos sobre como melhorar a gestão da sua clínica, dicas de diversos segmentos, atendimento aos clientes e pacientes, financeiro, estoque, entre outros assuntos que vão auxiliar você na sua administração. INSCREVA-SE
Contatos
0800 777 2911 (19) 9 8450-0441 Horário de Atendimento: 8:00h as 18:00h
Quem Somos
Somos uma empresa consolidada, que está há mais de 10 anos no mercado dando à você a melhor experiência em Gestão Clínica, com softwares simples, ágeis e poderosos.
Nosso objetivo é fazer sua empresa está organizada, pronta para crescer em larga escala.
Venha fazer parte desse grupo de mais de 700 clientes satisfeitos!
Estamos te esperando!

Confira 7 estratégias para fortalecer a captação de pacientes

Confira 7 estratégias para fortalecer a captação de pacientes

Se inscreva na nossa NEWSLETTER

Deseja Aprender sobre Gestão Clínica?

Existem várias maneiras de fazer uma clínica médica ou odontológica crescer. Por isso, você já pode ter ouvido inúmeras dicas de pessoas que têm experiência no mercado e utilizam as suas próprias fórmulas. Contudo, nem sempre o que funcionou para um profissional dá resultados para outro. Não basta abrir a porta e oferecer ótimo atendimento para conquistar um paciente.

Neste post, vamos falar sobre a importância de conquistar e fidelizar o público-alvo para garantir o crescimento e a sobrevivência das clínicas médicas e odontológicas. Além disso, vamos explicar as estratégias de captação de pacientes nesses estabelecimentos e fornecer detalhes sobre como divulgar o seu trabalho, melhorar o atendimento, investir no marketing de conteúdo e nas redes sociais etc.

Gostaria de saber mais sobre esse assunto? Acompanhe a leitura e fique por dentro!

Entenda a importância de conquistar e fidelizar pacientes

É muito importante conquistar e fidelizar pacientes para garantir o crescimento e a sobrevivência das clínicas médicas e odontológicas. O mercado está mais competitivo a cada dia e os profissionais dessas áreas precisam utilizar estratégias inovadoras para se diferenciar dos demais. Além de enfrentar os desafios referentes às questões legais e práticas, é indispensável fazer várias avaliações.

O profissional que decide empreender com sucesso terá que analisar a viabilidade do seu modelo de negócio, considerar o tipo da sua clínica e escolher modalidades de atendimento. Por outro lado, a escolha das estratégias e ferramentas a serem aplicadas para a captação e fidelização de pacientes que aumentarão as receitas também fazem parte de suas escolhas para obter o reconhecimento almejado.

Conheça as estratégias de captação de pacientes em clínicas

O marketing é essencial para aqueles que desejam ter resultados em seus negócios. Ele permite a aplicação de ferramentas poderosas que auxiliam médicos e dentistas na conquista de um lugar de destaque. As suas estratégias trazem diversas vantagens para quem atua nesses segmentos. Veja a seguir as principais dicas para obter sucesso com a sua clínica.

1. Melhorar o relacionamento com os pacientes

O primeiro passo para elevar a quantidade de pacientes em seu estabelecimento é melhorar o relacionamento com eles. Utilize os canais de comunicação disponíveis para entrar em contato e conversar sobre as suas especialidades. Mantenha-se presente nas datas comemorativas como dia das crianças, dia dos pais, dia das mães, aniversário, entre outras.

Se for possível, faça uso de um sistema que possibilite a interação com os pacientes e o envio de mensagens SMS ou e-mail para aniversariantes. Faça tudo o que estiver ao seu alcance para que o paciente tenha uma excelente experiência com a sua clínica. Oriente os funcionários para que possam falar sobre todos os serviços oferecidos com empatia.

2. Divulgar o seu trabalho

A divulgação do seu trabalho é a melhor forma para alcançar um número maior de pacientes. A estratégia de marketing deve estar alinhada aos objetivos da sua clínica para atrair o público-alvo e torná-la uma referência. Com os métodos certos e o respeito aos limites e normas relativas à sua profissão será possível ter um grande número de consultas agendadas.

3. Melhorar o atendimento

A qualidade do atendimento é primordial para atrair pacientes, visto que as pessoas não ficam felizes ao realizar consultas, fazer tratamentos ou exames médicos ou odontológicos. Esses momentos são motivados pela suspeita ou pela existência de enfermidades ou dificuldades e deixam os pacientes desconfortáveis. Inclusive, na hora de fazer a avaliação para prevenção pode ocorrer esse desconforto.

Sendo assim, o atendimento na sua clínica precisa ser adequado, ético e humanizado. Os profissionais da recepção precisam estar atentos às queixas, olhar para as pessoas, orientar com calma e simpatia e transmitir confiança. Durante as consultas, transmita os resultados de maneira simples e tire todas as dúvidas sem demonstrar pressa. Estabeleça uma relação amigável com o paciente.

4. Apostar no marketing de conteúdo

O trabalho pode ser divulgado por meio do compartilhamento de conteúdos informativos de qualidade. Para isso é necessário o planejamento para disponibilizar textos que sejam atrativos aos novos pacientes, sejam úteis para converter aqueles que ainda estão conhecendo os serviços e procuram uma opção no mercado. Depois de definir o que será publicado, verifique o melhor horário para as postagens.

5. Investir nas redes sociais

Crie um perfil profissional no Instagram, no LinkedIn, no Facebook, um site para a sua clínica e mantenha o público engajado por meio de publicações diárias. Compartilhe os conteúdos informativos do site ou blog no momento em que os potenciais pacientes tenham possibilidade de visualizar as informações. Faça stories e use hashtags, sempre mantendo a qualidade das postagens para promover a interação com os seguidores.

6. Potencializar o boca a boca

Marketing boca a boca envolve mais do que o mero uso de palavras eficazes e bonitas. As boas ações — quando são praticadas diariamente — produzem ótimos resultados para a sua clínica. As pessoas que chegam até você percebem com facilidade se o seu objetivo é apenas comercial, pretendendo conquistá-las por intenções meramente financeiras.

Não permita que os pacientes se sintam enganados. Caso isso aconteça, eles vão falar mal da sua clínica e a reputação dela ficará manchada. Por esse motivo, seja verdadeiro durante o atendimento, demonstre respeito e compreensão. Um paciente satisfeito sai do estabelecimento e passa adiante a experiência que teve com o médico ou dentista.

7. Utilize serviços automatizados

Há uma infinidade de ferramentas tecnológicas atualizadas que auxiliam com a automatização dos serviços em uma clínica médica ou odontológica. Algumas soluções da tecnologia integram todos os setores desses estabelecimentos, automatizam a administração e as finanças permitindo o controle adequado das questões administrativas. Procure um software que seja ideal para os seus negócios e diminua tarefas para focar no atendimento eficiente.

Enfim, essas são as 7 estratégias para fortalecer a captação de pacientes para clínicas médicas e odontológicas. Valorize os seus serviços, procure sempre otimizar o atendimento e o processo de gestão com investimento em ferramentas apropriadas. Com isso, torna-se mais fácil evitar atrasos em consultas, organizar os dados relevantes, agilizar o fluxo das informações e aprimorar os relacionamentos com o público-alvo.

Deseja obter mais informações sobre estratégias de captação e fidelização de pacientes? Entre em contato conosco agora mesmo!

Blog-Whats-FINAL-sidebar

Conheça nossos produtos

Vem aprender mais sobre sua gestão!

Receba toda semana no seu e-mail, conteúdos exclusivos sobre como melhorar a gestão da sua clínica, dicas de diversos segmentos, atendimento aos clientes e pacientes, financeiro, estoque, entre outros assuntos que vão auxiliar você na sua administração. INSCREVA-SE
Contatos
0800 777 2911 (19) 9 8450-0441 Horário de Atendimento: 8:00h as 18:00h
Quem Somos
Somos uma empresa consolidada, que está há mais de 10 anos no mercado dando à você a melhor experiência em Gestão Clínica, com softwares simples, ágeis e poderosos. Nosso objetivo é fazer sua empresa está organizada, pronta para crescer em larga escala. Venha fazer parte desse grupo de mais de 700 clientes satisfeitos! Estamos te esperando!
5 erros na gestão de compras que você deve evitar em sua clínica

5 erros na gestão de compras que você deve evitar em sua clínica

Se inscreva na nossa NEWSLETTER

Deseja Aprender sobre Gestão Clínica?

Para evitar erros na gestão de compras de sua clínica é essencial um planejamento eficiente que garanta os materiais necessários para que seu negócio funcione corretamente e para evitar possíveis desequilíbrios nas finanças.

Logo, assim como no setor de vendas, são necessárias algumas estratégias no setor de compras, com intuito de reduzir custos e otimizar os resultados da sua clínica.

Portanto, continue a leitura do nosso artigo e conheça algumas estratégias de gestão de compras!

5 erros de gestão de compras que você deve evitar na sua clínica

Todas as empresas, independentemente do porte, necessitam investir em planejamento de compras para buscarem crescimento e se destacarem no mercado atual. 

Investir em sistemas de gestão de compras contribui para minimizar erros, reduzir custos e produzir resultados expressivos. Por isso, administradores devem estar atentos a alguns erros que podem prejudicar sua empresa. Saiba, a seguir, quais são eles.

1. Não pesquisar a reputação dos fornecedores

A gestão de compras deve incluir uma boa parceria com os fornecedores e a sua escolha nem sempre é fácil. O primeiro passo é fazer um levantamento da demanda de materiais da clínica. 

A partir desse levantamento, é preciso analisar os fornecedores disponíveis. Algumas características são fundamentais para selecionar e estabelecer uma boa relação com eles, tais como preço, prazo de entrega e compromisso com o cliente. 

A melhor forma de avaliar os preços é por meio de orçamento com, pelo menos, três empresas distintas. Essa avaliação vai ajudar a conhecer a média de preços do mercado, saber qual empresa tem o melhor preço e ainda, formas e condições de pagamento. 

Depois disso, é preciso pesquisar os prazos de entrega. Afinal, de nada adianta o fornecedor ter o melhor preço se o material não chegar de acordo com sua demanda, não é mesmo?  Então, sempre verifique o prazo dos vendedores.

Alguns outros fatores também devem ser levados em consideração, por exemplo, vantagens para clientes, compromisso nos prazos e entregas, reposição de materiais em situações de emergência, qualidade dos produtos, entre outros.

2. Não ter um planejamento de compras eficiente

É impossível fazer uma gestão de compras eficiente sem um bom planejamento. E planejar não significa somente fazer uma lista ou anotar as informações, mas exige análise detalhada para avaliar os materiais essenciais para atender seus pacientes, seja para produção, seja para revenda ou, ainda, para realização de procedimentos.

A existência de um departamento de compras é fundamental para estruturar sua clínica, mesmo que não exista uma equipe ou um profissional apenas para essa função.

O importante é que todos os dados referentes à gestão de compras precisam estar organizados e armazenados em um único local onde possam ser facilmente acessados.

Para programar as compras é preciso conhecer a demanda dos seus pacientes. Se os dados já ficam todos organizados, fica mais fácil acessá-los, saber o que comprar e as datas das compras, não é mesmo?

Além disso, se você tem um bom gerenciador, pode pesquisar se existe alguma época do ano em que aumenta a demanda por algum produto, tratamento ou procedimento específico.

Assim, poderá comprar mais materiais e ficar preparado. Trabalhar com planejamento e organização é uma excelente estratégia para quem quer manter um bom negócio e melhorar a lucratividade.

3. Não fazer uma boa gestão de estoque

Para uma boa gestão financeira do seu negócio, é essencial ter um balanço entre as vendas e o estoque. Logo, é preciso identificar a quantidade mínima de materiais necessária em seu estoque e, sempre que for atingido o valor mínimo, deverá ser realizada uma nova compra.

Além disso, deve ser estabelecida uma quantidade máxima de produtos para que seu dinheiro não fique parado e comprometa o capital da empresa. 

No estoque, não podem faltar produtos, pois prejudicaria seus atendimentos e procedimentos, mas também não deve haver desperdício em materiais que não estão sendo utilizados. Portanto, um equilíbrio de compras do estoque é essencial.

Esse planejamento das compras, associado a um rígido controle de entrada e saída de materiais do estoque, vai garantir a reposição constante e atender seus clientes de forma satisfatória, promovendo maior lucratividade para sua clínica. 

Além disso, a análise e a contabilização das quantidades de materiais, assim como a data das reposições, devem ser atualizadas constantemente, permitindo ao administrador negociar melhor os preços e prazos de pagamento.

4. Não utilizar um sistema de gestão eficiente

A dificuldade em administrar várias compras e números pode ser facilmente solucionada por um sistema de gestão online.

Existem várias tecnologias disponíveis no mercado que integram informações de estoque, vendas, demandas da clínica e direcionam decisões de compras.

O sistema de gestão auxilia na redução de custos da clínica, no aperfeiçoamento dos processos de compras e na ampliação da lucratividade. Para isso, são necessárias algumas funções do sistema de gestão, como:

  • registro dos pedidos de compra: é fundamental ter as informações atualizadas do que foi comprado, dos valores que devem ser pagos e do controle do estoque da sua empresa;
  • cadastro de fornecedores: facilita o contato, o acesso às informações dos produtos e a emissão de notas fiscais;
  • emissão de nota fiscal: é um requisito básico que o sistema deve oferecer, pois um emissor associado às outras informações é essencial para uma boa gestão;
  • importação do XML: a ferramenta é um diferencial, pois permite que o sistema faça o registro das informações da nota fiscal automaticamente, poupando trabalho com a digitação.

5. Não registrar um produto

Outro erro que prejudica os resultados da sua clínica é deixar de registrar alguma movimentação e mercadoria. Qualquer ação, como vendas, realocação, devoluções e trocas, devem ser registradas para evitar perdas e extravios. A falta dessas informações pode causar prejuízos expressivos para a empresa.

A gestão de compras é um setor que está intimamente ligado aos custos e gastos da sua clínica. Desse modo, deve receber tanta atenção quanto os demais setores.

A chave do sucesso do seu negócio está em evitar erros e utilizar estratégias que permitam realizar compras embasadas e eficazes.

Ter uma boa gestão de compras pode ser trabalhoso no início, mas com nossas dicas ficará mais fácil e renderá ótimos resultados para sua clínica!

Nossas dicas foram úteis para você? Então, curta nossa página do Facebook e fique por dentro das novidades!

Blog-Whats-FINAL-sidebar

Conheça nossos produtos

Vem aprender mais sobre sua gestão!

Receba toda semana no seu e-mail, conteúdos exclusivos sobre como melhorar a gestão da sua clínica, dicas de diversos segmentos, atendimento aos clientes e pacientes, financeiro, estoque, entre outros assuntos que vão auxiliar você na sua administração. INSCREVA-SE
Contatos
0800 777 2911 (19) 9 8450-0441 Horário de Atendimento: 8:00h as 18:00h
Quem Somos
Somos uma empresa consolidada, que está há mais de 10 anos no mercado dando à você a melhor experiência em Gestão Clínica, com softwares simples, ágeis e poderosos. Nosso objetivo é fazer sua empresa está organizada, pronta para crescer em larga escala. Venha fazer parte desse grupo de mais de 700 clientes satisfeitos! Estamos te esperando!
Como fazer uma boa Anamnese Médica e o que você deve analisar? Entenda!

Como fazer uma boa Anamnese Médica e o que você deve analisar? Entenda!

Se inscreva na nossa NEWSLETTER

Deseja Aprender sobre Gestão Clínica?

Para que uma clínica de saúde possa ter sucesso no mercado e se tornar importante para os pacientes, é preciso oferecer um serviço com qualidade. É por isso que a anamnese é fundamental para qualquer clínica, já que se trata de um procedimento que ajuda a estabelecer um diagnóstico mais preciso sobre as condições de saúde dos pacientes.

Contudo, para você entender melhor o que é anamnese, abaixo vamos mostrar como você pode usufruir dessa ferramenta para melhorar a qualidade do seu atendimento.

Confira!

O que é anamnese médica?

Anamnese é quando você cria um histórico com todos os sintomas relatados pelo seu paciente. Com isso, você deixa todas as informações sobre o caso clínico anotadas, em forma de um lembrete. Para fazer essas anotações, é importante ouvir o paciente, submetendo-o a um questionário que ajudará a entender melhor o caso e ter um diagnóstico mais acertado.

Assim, ela se torna parte essencial dos exames clínicos, já que ajuda a identificar a patologia, traçar os motivos da doença e escolher o melhor tratamento possível. É um modo de auxiliar no diagnóstico. Por isso, é um procedimento que deve ser utilizado em outras áreas da saúde, como odontologia, psiquiatria e farmacologia.

Qual a importância da anamnese?

A anamnese médica permite que o profissional tenha todas as informações importantes sobre a vida do paciente, a fim de determinar o que acontece com a sua saúde. Por exemplo, uma possível lesão na coluna pode ser diagnosticada ao saber do dia a dia do paciente.

Entretanto, não é só para determinar uma lesão que a anamnese serve, ela também ajuda a detectar possíveis doenças e as causas. Além disso, fica mais fácil optar por um tratamento mais adequado. Claro que é preciso realizar exames físicos e laboratoriais (caso seja necessário) para chegar a conclusões mais precisas. Contudo, sem uma anamnese, o resultado pode não ser tão satisfatório e seu atendimento ao paciente não será completo.

Banner - WhatsApp ControleODONTO

Como fazer uma anamnese e o que você deve analisar?

Essa técnica deve ser feita pelo médico, sendo baseada em conhecimento científico. A abordagem é feita diretamente com o paciente, adquirindo respostas por meio de perguntas.

Assim, no primeiro momento deve:

  • obter a identificação do paciente, como nome, dados pessoais e endereço;
  • observar a queixa principal, se é alguma dor, desconforto, febre, enfim, o sintoma principal;
  • analisar o histórico de doenças atuais, caso o paciente já tenha recebido algum diagnóstico. Além disso, é importante ter o histórico familiar, já que muitas doenças são hereditárias;
  • obter histórico de patologia pregressa, pessoal e social;
  • adquirir uma revisão de sistemas.

Contudo, além dessas informações, é preciso ter dados mais concretos e avaliar o próprio comportamento da pessoa. Para que sua anamnese seja a melhor possível, você deve seguir alguns passos.

Cheque os parâmetros clínicos

Você deve começar a investigação pelos parâmetros vitais. Ou seja, o primeiro passo é medir a pressão arterial, avaliar os reflexos naturais, observar a temperatura do corpo e a glicemia. Depois de ter esses dados, pergunte ao paciente se ele sente alguma dor ou incômodo. Com essas informações, será mais fácil verificar os sintomas relatados, o tempo de sinais e se estão conectados com algum acontecimento.

Veja a linguagem corporal

Nem sempre o paciente consegue explicar todos os sintomas, por isso, é importante que você esteja atento ao que ele demonstra de forma não verbal. Assim, veja os gestos e atitudes que ele manifesta na consulta, como forma de andar, movimentos do rosto e inquietação. Alguns dos sinais mais comuns, que podem chamar atenção quando o paciente omite fatos ou apresenta doenças psíquicas, são: desvio do olhar, movimentos repetitivos e braço cruzados. Então, tenha sempre atenção!

Investigue o histórico

Mesmo que seja algo que muitos médicos fazem, observar o histórico do paciente deve ser algo mais aprofundado, pois com a anamnese é possível que o diagnóstico mude. Dessa forma, é importante investigar o histórico do paciente e da família, uso de remédios, doenças, cirurgias feitas e reações alérgicas sobre medicamentos. Com isso, você conseguirá determinar o que pode ser prescrito e o que deve ser evitado para que não haja prejuízos à saúde do paciente.

Compartilhe a anamnese

Se você tem uma clínica com vários especialistas e muito dos profissionais farão parte da equipe de tratamento do paciente, então é essencial que você compartilhe informações. Todos os envolvidos devem estar a par sobre as condições do paciente para chegar a um diagnóstico preciso. Você também pode compartilhar com outros profissionais para receber respostas que ajudarão no tratamento do paciente.

Crie um diagnóstico com calma

Mesmo que seu dia esteja corrido e você tenha muitos pacientes para atender, é importante ter calma na hora de coletar os dados. Também, é necessário realizar o diagnóstico sem pressa, usando o raciocínio clínico com apoio no conhecimento científico atual. Você deve analisar os dados e o comportamento do paciente em cada etapa com cautela, para depois chegar a uma resposta e repetir o processo caso ainda reste alguma dúvida.

Mostre o resultado ao paciente

O paciente deve ter acesso às informações que você coletou, assim como ao diagnóstico e a possíveis tratamentos. Por isso, compartilhe os resultados, além de ser um direito do paciente, ele poderá ajudar a preencher as lacunas que faltam. Mantenha uma conversa fraca e sincera com seu paciente, mas sem deixar de lado o respeito e a compaixão com sua dor. Lembre-se de que o atendimento humanizado deve prevalecer.

Você deve esclarecer as dúvidas que surgirem e, se necessário, solicitar novos exames para que a investigação seja mais conclusiva. No entanto, se o diagnóstico for instantâneo, dê as orientações ao paciente sobre quais são os próximos passos, relatando os tratamentos a serem realizados e medicamentos que serão utilizados. Assim, agora que você já sabe o que é anamnese, pode incluir essa ferramenta de análise na sua clínica e oferecer um serviço mais qualificado a todos os seus pacientes.

Se você já usa a anamnese na sua clínica, compartilhe suas experiências conosco, deixando o seu comentário abaixo!

Blog-Whats-FINAL-sidebar

Conheça nossos produtos

Vem aprender mais sobre sua gestão!

Receba toda semana no seu e-mail, conteúdos exclusivos sobre como melhorar a gestão da sua clínica, dicas de diversos segmentos, atendimento aos clientes e pacientes, financeiro, estoque, entre outros assuntos que vão auxiliar você na sua administração. INSCREVA-SE
Contatos
0800 777 2911 (19) 9 8450-0441 Horário de Atendimento: 8:00h as 18:00h
Quem Somos
Somos uma empresa consolidada, que está há mais de 10 anos no mercado dando à você a melhor experiência em Gestão Clínica, com softwares simples, ágeis e poderosos. Nosso objetivo é fazer sua empresa está organizada, pronta para crescer em larga escala. Venha fazer parte desse grupo de mais de 700 clientes satisfeitos! Estamos te esperando!
Você sabe o que é patient experience? Confira!

Você sabe o que é patient experience? Confira!

Se inscreva na nossa NEWSLETTER

Deseja Aprender sobre Gestão Clínica?

Toda empresa se preocupa com a relação com os clientes e uma clínica de saúde não deve ser diferente. Cuidar do paciente vai além de oferecer serviços e tratamentos específicos, é preciso oferecer um comprometimento com sua saúde, apostando no bom relacionamento que pode existir entre sua equipe e ele. Isso é o que chamamos de patient experience.

Para que você possa promover bem-estar, conforto e satisfação para aqueles que procuram a sua clínica, é importante entender o que é patient experience para avaliar se realmente seus pacientes estão tendo às necessidades atendidas.

Por isso, abaixo vamos mostrar como a experiência do paciente deve ser primordial e como aplicar os passos na sua clínica, mantendo um bom funcionamento do seu negócio.

O que é patient experience?

Patient experience, no português “experiência do paciente”, nada mais é que oferecer um serviço que integra qualidade, segurança, custo e resultados assistenciais.

Quando uma pessoa procura ajuda em um consultório de saúde, já está com o emocional abalado, pois isso significa que algo em seu organismo não está funcionando como deveria.

Por isso, é comum o paciente apresentar mais fragilidade na hora de realizar uma consulta. Assim, a clínica deve sempre tratar a pessoa com atenção e cuidado, proporcionando uma experiência menos traumática possível, respeitando a sua dor e avaliando o que ele precisa.

Por definição, patient experience engloba diversas interações entre o consultório, seus profissionais e os pacientes. Você precisa garantir que todos os cuidados com a saúde sejam eficientes e com a máxima qualidade, como:

  • agendamento de consulta rápida e antecipadas;
  • acesso às informações relevantes aos dados, tratamentos e profissionais envolvidos;
  • comunicação clara e precisa sobre suas condições;
  • tempo de espera confortável e acelerada;
  • segurança e discrição no atendimento.

Qual a diferença entre patient experience e satisfação do paciente?

É comum muitos profissionais da saúde acharem que experiência do paciente é a mesma coisa que satisfação do paciente, mas não é.

Para avaliar a patient experience, é necessário compreender e perceber se tudo que envolve o atendimento ao paciente está acontecendo conforme suas necessidades.

Ou seja, permite que tanto a pessoa a ser atendida quanto seus familiares definam o real valor dos cuidados oferecidos, fazendo com que a sua clínica direcione os esforços no que importa para eles e não apenas no problema envolvido com a saúde.

Já a satisfação do paciente está envolvida mais com as expectativas do paciente. Duas pessoas com o mesmo diagnóstico podem ter expectativas diferenciadas, fazendo com que suas satisfações também sejam distintas.

Por exemplo, dois pacientes com o mesmo problema procuram sua clínica para o tratamento adequado. Enquanto um espera pelo atendimento rápido, preciso e direto ao ponto, o outro pode espera que o atendimento seja com mais cautela e delicadeza.

A forma com que eles serão consultados influencia diretamente na sua satisfação.

Banner - WhatsApp ControleODONTO

Como aplicar a patient experience na clínica?

Todos os profissionais que prestam serviço no seu consultório devem trabalhar unidos para criar uma boa relação com o paciente e seus familiares. É preciso focar no que realmente importa aos atendidos e nos cuidados que poderão ser entregues.

Para fortalecer a experiência do paciente, você deve implementar alguns passos, trazendo um diferencial para o seu próprio negócio.

Faça com que o paciente seja compreendido

 É importante que você entenda que seus pacientes tenham todas suas dúvidas sanadas.

Mas para fazer isso é fundamental ter calma, atender de forma tranquila, mantendo uma comunicação de maneira clara e com uma linguagem que ele mesmo possa entender de forma simples.

Além disso, é interessante documentar tudo o que foi passado ao paciente e tudo que ele disse, mantendo a segurança das informações. Por isso, um software de gestão é um bom investimento, já que protege e salva os dados em um ambiente virtual, livre de riscos de perda.

Tenha uma conversa aberta e franca

Mesmo que paciente esteja sofrendo devido à sua condição de saúde, ele precisa entender o que se passa e quais são os procedimentos mais promissores para tratá-lo.

Assim, seja sempre fraco, falando sobre tudo o que está acontecendo, mas lembre-se de manter uma comunicação tranquila, passando segurança a ele.

Faça com que seu paciente se sinta seguro

A primeira coisa que um paciente avalia na hora de procurar por uma clínica é a qualidade dos serviços e para que isso aconteça ele deve ser ouvido.

Por isso, mantenha os olhos e ouvidos abertos, transmitindo ao paciente que você é um profissional qualificado e confiável, com isso, ele estará mais disposto a falar sobre qualquer coisa, facilitando, inclusive, a sua gestão de atendimento.

Interprete as demandas tanto do paciente quanto das pessoas que o acompanha

É importante ouvir e atender às necessidades do paciente, mas também é essencial que você tenha esses mesmos cuidados com aqueles que o acompanha, pois é preciso que todos os envolvidos estejam a par da situação.

Você deve ter a mesma postura com todos, respeitando, a cultura, crenças e valores pessoais de cada um.

Veja o cuidador como um aliado

Se seu paciente usa os serviços de um cuidador particular, então olhe ele como um forte aliado, pois esse profissional ajudará a manter o tratamento do paciente como deve ser feito.

Transmita todas as informações importantes a ele e todos os passos que devem ser seguidos para ajudar o seu trabalho, dando mais conforto e segurança ao paciente.

Tenha empatia verdadeira

Nada adianta atender bem o paciente, ouvir suas necessidades, sem que haja respeito à sua dor. Então, tenha uma empatia real com aquilo que ele está falando. Se coloque no lugar do paciente. Você e sua equipe precisam identificar o que a pessoa está sentindo, tendo compaixão ao seu sofrimento e promover o atendimento humanizado.

Como avaliar a patiente experience?

Para avaliar se sua clínica está atendendo todas as exigências da patiente experience, focando realmente nos pacientes, é fundamental ouvir as pessoas.

Sendo assim, converse com os pacientes, aplique uma pesquisa de satisfação e observe o comportamento deles para verificar se todas as demandas estão sendo atendidas e se o paciente está tendo todas suas necessidades supridas.

A patiente experience é uma maneira de você oferecer o melhor serviço aos pacientes, ganhando um diferencial. Você ainda poderá gerar satisfação e fidelidade às pessoas que procuram por sua clínica.

Gostou do nosso artigo? Deixe seu comentário falando sobre o que você faz para promover a experiência do paciente.

Blog-Whats-FINAL-sidebar

Conheça nossos produtos

Vem aprender mais sobre sua gestão!

Receba toda semana no seu e-mail, conteúdos exclusivos sobre como melhorar a gestão da sua clínica, dicas de diversos segmentos, atendimento aos clientes e pacientes, financeiro, estoque, entre outros assuntos que vão auxiliar você na sua administração. INSCREVA-SE
Contatos
0800 777 2911 (19) 9 8450-0441 Horário de Atendimento: 8:00h as 18:00h
Quem Somos
Somos uma empresa consolidada, que está há mais de 10 anos no mercado dando à você a melhor experiência em Gestão Clínica, com softwares simples, ágeis e poderosos. Nosso objetivo é fazer sua empresa está organizada, pronta para crescer em larga escala. Venha fazer parte desse grupo de mais de 700 clientes satisfeitos! Estamos te esperando!

Atendimento e comunicação com o paciente

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

PREENCHA AS INFORMAÇÕES ABAIXO

Os dados são necessários para você receber as informações de acesso à plataforma.

Os Dados para acesso foram enviados para seu E-mail

Tudo que você precisa saber sobre a ISO 9001

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

Tudo o que você precisa saber para otimizar as rotinas administrativas em uma clínica

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

Como fidelizar pacientes em clínicas e consultórios odontológicos

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

Software de gestão para consultórios

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

Guia de gestão financeira da sua clínica

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

Guia completo para organizar o consultório odontológico

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

Vantagens das mensagens de SMS para uma clínica

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

Normas e documentações que precisam estar em dia na sua clínica

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

O que sua clínica precisa entender sobre convênio médico

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

Guia para transformar seu consultório em clínica

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

Presença digital para clínicas e consultórios

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

Guia para você profissionalizar a sua clínica odontológica

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

Orçamento para clínicas e clínicas e consultórios

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

Gestão da Qualidade em Clínicas Odontológicas: O guia completo

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

Passo a passo para implementação de marketing de conteúdo para clínicas

Preencha os campos para Garantir o seu e-Book Grátis

Seu e-Book te aguarda lá no seu e-mail, acesse o link para download

 

You have Successfully Subscribed!