Escolha uma Página

Se inscreva na nossa NEWSLETTER

Deseja Aprender sobre Gestão Clínica?

Aprenda 6 dicas para garantir lucratividade no Futuro Financeiro da Clínica

mar 13, 2017 | Blog Gestão da Clínica

Administrar uma clínica e seu futuro financeiro não é uma tarefa muito tranquila. Exige dinamismo, agilidade e muito jogo de cintura. Se você é o gestor de uma sabe bem do que estamos falando.
Com pouco tempo disponível é preciso resolver tudo que aparece e ainda preocupar com os resultados do final do mês.
Foi para ajudar no seu planejamento financeiro e também no crescimento do seu negócio que separamos algumas dicas valiosas para o seu negócio. Veja esta lista e garanta um futuro financeiro promissor para a sua clínica.
 

1. Faça um diagnóstico financeiro

 
Todo planejamento financeiro precisa ser baseado em conhecimentos sólidos de como anda o seu negócio.
Se você não sabe exatamente em qual situação está, suas reais dificuldades e suas oportunidades, qualquer tipo de esforço para apontar uma direção para o futuro da sua clínica será um mero desejo e terá poucas chances de sucesso.
Sendo assim, a primeira coisa a fazer é levantar as informações da sua empresa. O importante aqui é conseguir enxergar o panorama de toda a situação.
Levante seus custos fixos, aqueles que você tem só para conseguir deixar suas portas abertas. Veja também quais são os custos variáveis, seu faturamento mensal, seu lucro, dívidas e outras informações que afetarem diretamente o seu controle financeiro.
Tendo estes números na mão ficará bem mais fácil entender a dinâmica do seu negócio, pois enxergando o financeiro de uma empresa, é possível entender muito bem como ela funciona. Isso serve tanto para uma clínica mais estruturada como para o primeiro consultório.
Talvez seu faturamento possa ser bem alto, mas se sua lucratividade estiver muito baixa, provavelmente em algum lugar existe uma saída de recursos que está mal dimensionada.
Anda pagando muitos juros para o banco? Tem tomado muito dinheiro emprestado do seu negócio para assuntos pessoais?
É este tipo de questionamento e observações que deverá fazer.
 

2. Estabeleça suas retiradas

 
Como empresário você tem suas retiradas financeiras do negócio em forma de pro labore, que é como um tipo de salário que você mesmo estabelece.
É muito bom poder ter o controle sobre o quanto vai ganhar, mas é preciso ser cuidadoso para não prejudicar seu negócio ou suas finanças pessoais.
Uma vez entendido que o dinheiro da clínica não deve misturar com suas contas pessoais, você deve definir um valor equilibrado para o seu pro labore.
Se colocar um valor muito alto, talvez possa prejudicar a estabilidade e o futuro financeiro da sua empresa. Um faturamento alto do seu negócio não significa que ele tem necessariamente uma lucratividade também alta. Fique atento.
Por outro lado, se colocar um valor de retiradas muito baixo, existe a possibilidade de que você se sinta tentado a tomar algum dinheiro emprestado da clínica para assuntos pessoais e aí mora um grande perigo se isso vira um hábito.
O melhor mesmo é avaliar junto ao DRE (Demonstrativo do Resultado do Exercício) qual o porte da retirada adequado para não te prejudicar e nem ao seu negócio.
Se estiver inseguro, converse com a sua contabilidade sobre o assunto.
 

3. Contrate planos corporativos

 
A burocracia que é preciso enfrentar para abrir e manter um negócio em operação geralmente dá um pouco de trabalho e toma algum tempo, mas depois de tudo colocado em ordem, é bom que você possa utilizar o seu CNPJ a favor do seu negócio.
Reveja se todos os seus serviços contratados. Algum deles ainda está em nome da sua pessoa física?
Se estiver, passe para a pessoa jurídica. Assim como falamos que o financeiro não deve ser misturado, suas responsabilidades também não.
Além disso, normalmente existem ótimos benefícios para contratos com pessoas jurídicas, tais como descontos, isenções de taxas, atendimento direcionado e outras facilidades.
Mais um motivo para desvencilhar os contratos da sua clínica do seu nome é que outras pessoas poderão ajudar na gestão. Caso você esteja ocupado ou impossibilitado de resolver um assunto, fica mais fácil colocar alguém para tratar em nome da empresa.
 

4. Cuide bem do seu fluxo de caixa

 
A gestão de clínica conta com uma ferramenta de controle de extrema importância: o fluxo de caixa.
Assim como em outros negócios, é necessário que você, enquanto gestor, consiga enxergar o seu fluxo de caixa de maneira crítica.
Isso significa dizer que, com os devidos lançamentos feitos, é possível visualizar momentos de dificuldades com antecedência e também os de maior folga nas contas.
Com essas informações antecipadas você terá plenas condições de tomar as decisões para se preparar ou aproveitar o momento para reinvestir no seu negócio sem grandes apertos.
Sempre faça um bom controle do seu fluxo de caixa projetando as despesas e receitas com responsabilidade e terá uma gestão mais tranquila.
 

5. Crie um fundo de reservas

 
Imprevistos podem ocorre a qualquer momento e é bom que você esteja preparado.
Ter que buscar linhas de financiamento vai sair muito mais caro para sua clínica do que se você tiver uma reserva guardada. Por isso, planeje uma ir juntando um valor para as horas mais difíceis.
Criar uma conta à parte somente para este assunto pode ser uma boa ideia. Assim você não fica tentando a usar esse dinheiro que fica tão à mão e aparente no caixa do seu dia a dia.
Estabeleça um valor que pretende atingir como fundo de reserva e vá destinando para ele um recurso mensal que não te atrapalhe a cuidar da rotina do seu negócio.
Depois de atingir este valor programado, você pode decidir se a quantia que for ultrapassar a meta será reinvestida na clínica, colocando em algum fundo de investimentos, retirada a título de bônus do negócio ou qualquer outro fim desde que você não esvazie muito a sua reserva.
 

6. Mantenha um acompanhamento periódico do seu financeiro

 
Depois de colocar seu financeiro em ordem e definir seus planos, é muito importante que faça um acompanhamento periódico dos resultados. Assim você garantirá nunca perder de vista as suas contas.
Se por acaso estiver sentindo que sua gestão não tem as ferramentas que te passem segurança ou mesmo que não promovam agilidade para fazer os lançamentos e tirar seus relatórios, considere a possibilidade de buscar um software para dentistas.
Este tipo de sistema odontológico vai facilitar a sua vida, pois já tem as ferramentas voltadas para o seu negócio de maneria que não será necessário fazer muitos ajustes e nem perder tempo com controles manuais.
Aproveite melhor sua energia e disposição cuidando da sua clínica para fazer outras coisas como, por exemplo, atrair mais pacientes, e tenha um sistema odontológico tratando da sua organização.
Se você gostou destas dicas, possui alguma dúvida sobre o assunto ou quer compartilhar uma experiência que tenha passado, deixe um comentário. Queremos saber como anda a gestão da sua clínica e como tem cuidado do futuro financeiro dela!
Aproveite a visita para assinar a nossa newsletter. Desse jeito você poderá receber as nossas atualizações direto na sua caixa de entrada! =D

Sidebar Blog estendido

Conheça nossos produtos

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vem aprender mais sobre sua gestão!

Receba toda semana no seu e-mail, conteúdos exclusivos sobre como melhorar a gestão da sua clínica, dicas de diversos segmentos, atendimento aos clientes e pacientes, financeiro, estoque, entre outros assuntos que vão auxiliar você na sua administração.

INSCREVA-SE
Contatos
0800 777 2911

(19) 9 8450-0441

Horário de Atendimento: 8:00h as 18:00h

Quem Somos
Somos uma empresa consolidada, que está há mais de 10 anos no mercado dando à você a melhor experiência em Gestão Clínica, com softwares simples, ágeis e poderosos.
Nosso objetivo é fazer sua empresa está organizada, pronta para crescer em larga escala.
Venha fazer parte desse grupo de mais de 700 clientes satisfeitos!
Estamos te esperando!