fbpx

Teleodontologia: saiba o que é e como utilizar na sua clínica

Reproduzir vídeo

As modalidades de atendimento disponíveis na área de saúde seguem evoluindo de acordo com as possibilidades da tecnologia e em sintonia com as novas demandas da sociedade, de forma que os pacientes possam ter uma melhor experiência. Por isso, saber o que é a teleodontologia e como usar na sua clínica pode ser muito interessante.

É um recurso que ganha espaço nos contextos da educação, de teleassistência e até da produção de pesquisas, sendo também uma opção relevante durante o período da pandemia, no qual experimentamos restrições aos atendimentos presenciais.

Quer aprender mais sobre o tema? Então, continue lendo este post!

Afinal, o que é teleodontologia?

A teleodontologia é uma modalidade de teleatendimento na qual profissionais de odontologia podem prestar alguns serviços com a ajuda de tecnologias digitais, possibilitando um fácil acesso às informações e uma comunicação efetiva com os pacientes. Tudo isso em tempo real, com o uso de recursos de tecnologia e das mais diversas ferramentas disponíveis para isso. 

Com as novas demandas de isolamento e distanciamento social durante a pandemia, o que era uma opção passou a ser imprescindível e novas regulamentações vieram nesse sentido. Para tanto, há a possibilidade de fazer chamadas de vídeo, monitoramento remoto e transmissão de exames laboratoriais ou de imagem, como radiografias.

Quais são suas características?

A teleodontologia engloba diversas ações de teleassistência, voltadas ao atendimento de pacientes, por meio das tecnologias digitais disponíveis. Isso pode ser feito de acordo com as demandas do paciente e as possibilidades do profissional, de forma que a melhor solução para cada caso seja encontrada e o melhor prosseguimento seja obtido.

Vale lembrar de que a comunicação pode ser feita de maneira síncrona, que é quando o contato se dá em tempo real, como por videochamadas, teleconferências ou chats online. Bem como assíncrona, que é quando existe um intervalo entre os contatos, usualmente feitos por meio de mensagens offline.

Como a teleodontologia funciona na prática?

É importante ressaltar que, embora tenha sido uma prática de grande utilidade no contexto da pandemia, a teleodontologia ainda não é totalmente regulamentada no Brasil, apesar de já ser uma realidade em alguns países. No entanto, quando os atendimentos eletivos foram suspensos por conta do novo coronavírus, houve a necessidade de criar regras sobre o tema.

Na prática, a partir desse período, o que ficou liberado foi a possibilidade de condutas e contatos atrelados à assistência aos pacientes que estivessem sob tratamento, com base no que já era feito em outras especialidades e áreas, como na medicina.

Quais são as modalidades de teleodontologia?

Existem algumas subdivisões na teleodontologia, que podem ser usadas de acordo com as possibilidades do profissional, as demandas dos pacientes e a tecnologia disponível no local. Logicamente, cada uma delas tem algumas restrições. Vamos conhecê-las melhor, para entender o que é permitido ou não.

Acompanhe!

Teleconsulta

A teleconsulta não era permitida por lei e pelo próprio conselho profissional no âmbito da odontologia. Então, uma resolução veio confirmar tal proibição, vedando tal opção para o exercício as atividades no ramo. Isso inclui diagnósticos, prescrição de medicamentos e elaboração de planos de tratamento elaborados à distância.

Teleinterconsulta

Se a teleconsulta propriamente dita ainda não é permitida no âmbito da odontologia, as chamadas teleinterconsultas já são autorizadas. Elas ganham bastante popularidade nos últimos tempos, consistindo no compartilhamento de informações e opiniões entre profissionais de diferentes áreas, para garantir uma melhor assistência aos pacientes.

Teleprescrição

A teleprescrição é uma das opções que sofreram alterações no contexto da pandemia. Antes, era expressamente proibido que o profissional emitisse receitas à distância, mas isso mudou. No fim de 2020, o próprio conselho disponibilizou alguns modelos de documentos editáveis em seu site, que podem ser assinados por meio de certificado digital.

Telemonitoramento

O telemonitoramento é um dos segmentos mais usados no contexto da teleodontologia, permitindo o acompanhamento à distância de pacientes em tratamento. Ele pode ser feito nos intervalos entre as consultas, com o devido registro feito em prontuário para quaisquer ações feitas.

Teleorientação

A teleorientação pode ser mais uma opção para trazer segurança e conforto para os pacientes, sendo regulamentada e permitida pelo conselho. Ela pode funcionar como um atendimento de triagem, com a resposta de um questionário, na identificação de um melhor momento para o atendimento presencial. 

Quais as principais ferramentas de teleodontologia?

Agora que você já entendeu melhor as modalidades de teleodontologia permitidas ou vedadas no Brasil, é bem provável que já se interesse em adotar alguns recursos do gênero na sua prática clínica. Para isso, você precisará usar algumas ferramentas.

Confira abaixo algumas alternativas interessantes.

WhatsApp

O WhatsApp é o aplicativo de comunicação de maior sucesso no planeta e agrega cada vez mais recursos dentro de suas funcionalidades. Embora algumas pessoas achem que é uma opção apenas para uso pessoal, o fato é que o software é muito completo e oferece boas aplicações dentro do âmbito da teleodontologia.

Ele atua de forma síncrona, permitindo o atendimento em tempo real. Outro de seus pontos fortes é o fácil acesso, já que praticamente todo mundo conta com o app no celular. Também, possibilita o compartilhamento de imagens, documentos e exames.

Videochamada

Não dá para falar em teleatendimento sem falar em videochamada. A pandemia acelerou o desenvolvimento de plataformas do gênero, que já se popularizavam desde antes. Sendo assim, é fácil perceber que o uso de tal ferramenta se tornou muito útil na rotina do dentista, sobretudo para o acompanhamento de pacientes.

São muitas opções disponíveis atualmente, dentre as quais as mais populares são o Zoom ou até mesmo o WhatsApp, que oferece essa funcionalidade. Entretanto, é preciso estar atento quanto às limitações impostas pelo conselho.

Agora você já sabe mais sobre teleodontologia. Assim, não se esqueça da importância de acompanhar o Conselho de Odontologia da sua região, para se manter atualizado das permissões e proibições que surgem nesse aspecto.

Gostou de saber o que é teleodontologia e como usar na sua clínica? Então, não deixe de fazer um comentário contando o que achou aqui no post!