fbpx

8 dicas para médicos criarem o seu canal no Youtube.

Atualmente, a internet ajuda no crescimento de diversas empresas. Ela facilita a concretização de diversos objetivos. Por exemplo, a melhoria da imagem de uma empresa ou o aumento das vendas de produtos, ou serviços. O YouTube para médicos é uma ótima ferramenta de atração e relacionamento. Afinal, as mídias sociais possibilitam o contato entre o público e as marcas.

Ademais, muitos usuários têm o costume de fazer pesquisas sobre diferentes temas ou dados específicos. Seja na hora de realizar uma compra online ou expandir o conhecimento em relação a determinados assuntos. Com isso, eles encontram nos ambientes virtuais uma forma de explorar conteúdos e absorver os ensinamentos que determinadas autoridades propagam.

Portanto, se você é um profissional de saúde, nada melhor do que investir um canal no Youtube. Nos tópicos abaixo mostraremos o quanto ele é importante no fortalecimento da sua presença digital e reconhecimento dentro do seu segmento. Continue conosco e boa leitura!

A importância de um canal no YouTube para médicos nos dias de hoje

Hoje em dia muitas pessoas têm o desejo de preservar bons hábitos para alcançar a longevidade. No entanto, melhorar a qualidade de vida requer determinados esforços diários. Por exemplo, cuidado na alimentação, a prática de exercícios e demais ações que colaboram para o bom funcionamento do organismo. Com isso, cresce a busca por dicas e boas práticas.

O YouTube para médicos é uma ótima alternativa que contempla esse público. Afinal, quando alguém de confiança transmite informações relevantes nos ambientes digitais, mais usuários se atraem. Ao passo que todos gostam de praticidade no dia a dia. Logo, receber a influência de um profissional que colabora no alcance desse objetivo é bastante conveniente.

Em suma, é um investimento que aumenta a credibilidade do seu nome e, consequentemente, possibilita a chegada de novos pacientes. Entretanto, além da preocupação com a captação, é necessário também focar na fidelização deles. Essa estratégia resulta em uma receita recorrente e personaliza os tratamentos com base no histórico de cada indivíduo.

O que considerar na hora de criar seu canal no Youtube.

A princípio, o profissional precisa ter um objetivo em mente. Afinal, a construção de um planejamento estratégico depende de informações claras a fim de conseguir o resultado desejado. Com isso, é preciso considerar alguns fatores na hora de investir na sua presença online. Portanto, veja abaixo o que não pode faltar em um canal de YouTube para médicos.

Equipamentos

Câmera, luzes, cenário, microfone, roteiro. Todo o equipamento deve ser bem pensado na intenção de ofertar o melhor conteúdo possível ao seu público. Lembre-se: é um canal que busca impressionar sua audiência e aperfeiçoar sua imagem. Portanto, não descuide da qualidade em todos os elementos que envolvem processos antes, durante e após a gravação.

Local de gravação

Alguns influencers preferem explorar os dias ensolarados para garantir uma boa iluminação. Além disso, é necessário analisar se ruídos poderão comprometer a captação do registro. Logo, é importante escolher detalhadamente um local de gravação.

Ao passo que não basta apenas ter bom domínio dos assuntos. Se um ambiente não colabora para a exploração de ideias, o sucesso não é obtido com facilidade. Por isso, é imprescindível priorizar o conforto e o bem-estar. Consequentemente, os resultados são otimizados e a produtividade entre a equipe é mantida.

Linguagem

Um dos pontos importantes do YouTube para médicos é o marketing de relacionamento. Por meio dele é possível conquistar pacientes e cativar seu público fiel. Portanto, é de extremo valor escolher bem a linguagem usada nos vídeos. Nesse caso, é interessante que ela seja didática e amigável.

Afinal, o intuito é se aproximar dessas pessoas e passar confiança a cada conteúdo postado. Do mesmo jeito que você precisa de um lugar que facilite o desenvolvimento de suas ideias, o usuário também deve se sentir à vontade e ter uma boa experiência. Por isso, fale de um modo que todos mantenham a atenção sobre o assunto explorado.

Conteúdo relevante

Por falar em conteúdo, o YouTube para médicos é uma grande fonte de conhecimento. Por meio dele, usuários poderão ficar atentos a diversos assuntos relacionados à área de saúde e bem-estar. Por isso, a relevância daquele material precisa ser a prioridade.

Desse modo, estude bem as características do seu público e sempre explore temas que agregam valor às pessoas. Por exemplo, o que é colágeno, as vantagens da homeopatia, a importância da terapia hormonal, entre outros. Ademais, confira periodicamente as métricas da plataforma que mostram os vídeos que mais interessam a sua audiência.

Edição dos vídeos

Como falamos, a qualidade deve ser priorizada em cada etapa do seu planejamento estratégico. O cuidado nos processos permitirá o alcance de bons resultados. Sendo assim, não esqueça de contar com um bom editor de vídeo. É possível começar de maneira simples, porém, conforme o interesse do público aumentar, é interessante investir em cursos e se qualificar nessa área.

Duração dos vídeos

Outro ponto importante do YouTube para médicos é a decisão do tempo dos vídeos. Desse modo, é essencial saber a fundo os costumes e demais características da audiência. Será que eles gostam de conteúdos curtos e práticas ou preferem um material extenso e bem detalhado? Foque em naquilo que satisfaz sua audiência e, se preferir, conte com uma pesquisa de mercado.

Formas de divulgação

Atualmente, existem várias formas de divulgação. As redes sociais são meios bastante populares e permitem uma boa interação com seu público. Com base nesse cenário, comece a identificar em quais delas a sua audiência mais faz uso. Cada qual tem recursos e ferramentas que possibilitam a diversificação do compartilhamento e também uso de determinados gatilhos mentais.

Limites impostos pelo CFM

O marketing neste canal deve seguir determinados parâmetros estabelecidos pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). Por exemplo, a proibição de fotos dos seus pacientes em materiais de divulgação ou da participação de médicos ligados a produtos desse segmento. Como também qualquer tipo de autopromoção dentro ou fora dos ambientes virtuais.

Em suma, é necessário tomar muito cuidado com sua própria imagem. Geralmente, é criada uma gestão de reputação que foca em manter sempre positiva a presença online. Afinal, o YouTube para médicos precisa lidar constantemente com as boas práticas e estimular as pessoas a procurar aquilo que contribui na saúde de um indivíduo.

Por fim, procure conduzir essas dicas ao conduzir um canal no YouTube para médicos. Foque na relevância do seu conteúdo e fique atento a outras autoridades da saúde. Por exemplo, o médico Rafael Freitas, o Canal Doutor Ajuda, os vídeos do Drauzio Varella, entre outros.

Se ainda quer explorar mais sobre esse assunto, confira no artigo sobre 6 formas inteligentes de como atrair leads para a sua clínica!

Software para Clínicas