fbpx

Confira 6 dicas essenciais de contabilidade para dentistas

O atendimento nas clínicas odontológicas exige tempo dos dentistas que tratam diretamente o seu paciente. As tarefas gerenciais são importantes para obter destaque no mercado. Contudo, as questões administrativas também precisam ser gerenciadas, principalmente o setor financeiro e a contabilidade. A gestão dos fatores contábeis pode determinar o sucesso do negócio.

Sendo assim, o dentista precisa entender alguns conceitos contábeis e colocar em prática algumas estratégias. Aqui, você vai descobrir a importância da contabilidade para dentistas e obter dicas de como otimizar esse processo. Vamos fornecer detalhes sobre a separação das finanças pessoais, escolha do regime tributário ideal, acompanhamento do fluxo de caixa, avaliação e controle dos gastos etc.

Está em busca de informações relevantes sobre contabilidade para dentistas? Continue a leitura!

A importância da contabilidade para dentistas

Um bom planejamento, a organização dos procedimentos e o conhecimento sobre questões contábeis são fundamentais para ter uma clínica bem-sucedida. Cuidar da área administrativa e financeira possibilita o crescimento do empreendimento e aumenta a sua competitividade. A contabilidade, embora seja burocrática, precisa ser feita com muita cautela para atender todas as exigências legais. 

As dicas para otimizar a contabilidade de clínicas odontológicas

A saúde financeira da clínica depende da gestão, dos resultados e dos cuidados dos profissionais envolvidos. Você precisa ter um pouco de conhecimento das rotinas contábeis e saber como a contabilidade é realizada na sua clínica. Ela é uma ferramenta que impulsiona o desenvolvimento dos negócios. A seguir, confira as dicas para otimizar essa área no seu estabelecimento e obter diversas vantagens!

1. Separar suas finanças pessoais

A contabilidade organiza os valores. Separe os gastos pessoais das despesas da clínica, pois eles não podem ser misturados como se fosse a mesma coisa. Ao fazer isso, você não conseguirá ter uma noção realista dos prejuízos ou dos lucros do seu negócio. Com isso, não há possibilidade de fazer planejamentos e a criação de novas estratégias acaba prejudicada.

2. Escolher o regime tributário ideal

As clínicas menores podem aderir a um regime tributário mais simplificado para o recolhimento dos tributos. Um contador poderá ajudar a fazer o cálculo dos valores a serem pagos, mas saiba que eles são agrupados em um Documento de Arrecadação do Simples Nacional, conhecido como DAS.

Todavia, se você faturou mais de R$4,8 milhões no último ano, é importante verificar se a melhor opção é o Lucro Real ou Lucro Presumido. Os profissionais liberais que não têm Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) emitem Nota Fiscal, declaram o Imposto de Renda (IR) e recolhem a contribuição previdenciária.

3. Acompanhar o fluxo de caixa

A gestão efetiva tem controle do fluxo de caixa, acompanha os recebimentos e os pagamentos e faz os registros de tudo o que foi investido. Isso facilita o planejamento financeiro, a organização das contas, o armazenamento dos documentos importantes e a criação de estratégias para o avanço. Os custos da clínica não podem ultrapassar a receita obtida com os procedimentos e atendimentos realizados.

Caso contrário, o gestor vai precisar de crédito bancário e pagará juros muito altos, que são extremamente prejudiciais às finanças. O controle rigoroso de entradas e saídas auxilia também na negociação com pacientes odontológicos, fornecedores e parceiros. Ele propicia o equilíbrio do setor financeiro e de outros departamentos importantes. Portanto, a contabilidade para dentistas traz métodos efetivos muito úteis aos gestores.

O conhecimento sobre o fluxo de caixa permite a compreensão da realidade financeira de uma organização. Os dados são analisados periodicamente, fornecendo noção de lucratividade, faturamento, dívidas. Dessa forma, torna-se mais fácil formular previsões do futuro, encontrar gargalos e determinar soluções mais eficazes. Basta registrar as alterações que ocorrem durante os períodos e manter esses registros atualizados.

4. Avaliar e controlar os gastos

É preciso ter cuidado para não gastar mais do que vai receber no fim do mês. Caso isso aconteça em algum momento, avalie a possibilidade de cortar custos. Procure fazer os pagamentos da clínica sempre à vista, para ter uma percepção real dos gastos. Se perceber que a renda varia bastante de um mês para o outro, saiba que a previsibilidade vai ser ainda mais relevante para os seus negócios.

Mantenha tudo bem organizado para entender todas as despesas do seu negócio. Os gastos que forem dispensáveis precisam ser cortados para evitar dívidas. Crie uma lista para ter uma visão mais aprofundada da situação financeira e tente alinhar as fontes de renda com os custos da clínica. Desenvolva ações estratégicas para superar momentos de crise e não perca o foco dos seus objetivos.

5. Analisar a Demonstração de Resultado do Exercício (DRE)

Para ter uma gestão eficiente das finanças, é preciso analisar vários relatórios e diversas informações inseridas na DRE. Ela vai mostrar ao gestor o quanto a contabilidade é importante para a clínica odontológica, visto que traz dados sobre prejuízos, lucros, faturamento mensal, entre outros. Esse documento ajuda a projetar melhores resultados com base em informação confiável.

6. Precificar atendimentos e procedimentos

A precificação de procedimentos e atendimentos realizados na clínica odontológica é uma tarefa complexa. A contabilidade, quando é realizada de forma organizada, oferece todos os dados para que os serviços da área odontológica sejam corretamente precificados. O trabalho de um dentista depende do uso de vários objetos, materiais odontológicos e diversos produtos que custam dinheiro.

Com a contabilidade em dia, o gestor consegue saber o custo verdadeiro de cada procedimento que é realizado em sua clínica. Então, basta que o profissional some esse valor com o preço das suas horas para cobrar uma quantia justa dos seus pacientes. Assim, avalia a margem de lucro ideal e define a rentabilidade do negócio de forma consciente.

Essas são as 6 dicas essenciais de contabilidade para dentistas. Um software de gestão é muito útil para otimizar os processos contábeis, ajudar com a automatização de procedimentos internos e facilitar a administração da sua clínica odontológica. Você pode encontrar parceiros confiáveis que oferecem soluções específicas para o ramo da odontologia. Faça uma breve pesquisa!

Gostaria de saber mais sobre o assunto? Então, siga-nos nas redes sociais e acompanhe as nossas publicações! Estamos no Facebook e no Twitter.

Software para Clínicas

56 thoughts on “Confira 6 dicas essenciais de contabilidade para dentistas

  1. Смотреть фильмы бесплатно в хорошем Янтарные копы (Бурштиновi копи) смотреть фильмы новинки лета 2021. Бесплатно смотреть новинки вышедших фильмов. Фильмы смотреть хорошем качестве 2021 года новинки. Фильмы новинки торрент. Новинки кино 2020 смотреть онлайн. Фильмы 2021 смотреть хорошем качестве новинки онлайн. Лучшие новые фильмы. Смотреть фильмы года новинки которые уже вышли. Новые фильмы в хорошем качестве. Смотреть новинки фильмов 2021 года уже вышедшие. Смотреть новинки кино без регистрации лучше.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *