O futuro da telemedicina após a pandemia

A telemedicina é usada em diversos locais ao redor do mundo, para atender

  • necessidades pontuais;
  • demandas específicas.

Países com poucos médicos em algumas áreas ou profissionais que faziam trabalhos remotos. Por exemplo, usam a teleconsulta e tiveram sucesso no atendimento.

A questão é foi permitido apenas para alguns casos. Como não podia ficar sem atendimento, elaborou-se uma nova portaria do Ministério da Saúde.

Ela estabelece a permissão para o atendimento médico à distância em diversas modalidades.

Veja abaixo quais modalidades são permitidas fazer o uso dos recursos de vídeo chamada.

Modalidades para telemedicina

Com a pandemia algumas modalidades na área da medicina podem ser atendidas à distância. Veja nos tópicos abaixo:

  • Suporte aos pacientes;
  • Monitoramento do paciente;
  • Abordagem pré-clínica;
  • Análise que possam ser feitos à distância.

Como foi a adaptação para os médicos e pacientes?

Havia um grande desafio que envolvia o uso do atendimento médico à distância na rotina de médicos e pacientes.

Este receio é o de não se ter um diagnóstico assertivo ou um tratamento não adequado. No entanto, a modalidade foi bem aceita pelos pacientes e bem vista pelos diversos segmentos e especialidades do ramo da saúde.

Por isso, veja como foi a adaptação para ambas as partes:

Para os profissionais

Foi necessário compreender o funcionamento de determinadas tecnologias, para poder oferecê-las ao público. Assim, fazendo investimentos pontuais em ferramentas de imagem e comunicação.

Para a população

Foi preciso que se ajustassem a essa nova maneira de atendimento, para que recebessem a assistência adequada.

Agora que você conheceu sobre o conceito e as vantagens do atendimento médico à distância. Veja quais são as previsões para adoção do segmento após a pandemia.

Quais as previsões para a telemedicina após a pandemia?

Então, tanto os médicos quanto pacientes já se adaptaram bem ao que a medicina a distância oferece.

No entanto, observa-se que existem algumas previsões a respeito do tema. Mesmo autorizada pelo Ministério da Saúde, a Instituição não deixou claro a liberação nesses moldes.

Logo, não há como saber o que vai acontecer depois que a pandemia acabar. Uma vez que a tecnologia está presente no dia-a-dia da saúde.

Por isso, é de se esperar que esse “novo normal” se mantenha ao menos de forma parcial. Ou seja, apenas para algumas modalidades mencionadas acima.

Portanto, profissionais e estabelecimentos médicos que utilizam a telemedicina terão uma vantagem em relação aos concorrentes.

Quais as vantagens para o paciente

É importante relembrar de que em todas as abordagens possíveis na área de saúde, está o ser humano.

Por isso, é essencial observar as vantagens do atendimento médico à distância para o paciente.

Além disso, são um verdadeiro auxílio na segurança das pessoas. Visto que as consultas podem ser feitas de forma remota.

Além disso, as ferramentas de comunicação permitem, por exemplo:

  • Menor distância para o atendimento médico,
  • Melhor qualidade de vida.
  • Orientações médicas à distância.
  • Monitoramento do diagnóstico e a sugestão de tratamentos

Enfim, tudo é feito via Internet, com envio de exames e laudos por e-mail ou um sistema de gestão.

Quais são as oportunidades na área médica

A pandemia foi um momento muito triste para o mundo. Pois trouxe perdas não reparadas, por isso é muito provável que a humanidade não será mais a mesma.

No entanto, como ocorre em todas as crises, também surgem oportunidades. Em especial para quem deseja oferecer algo de positivo para a população.

Além disso, também podem criar ações para promover a marca. Lembrando que devem estar de acordo com o estabelecido no Conselho Federal de Medicina (CFM).

Dessa forma, o atendimento de casos urgentes pode ser de forma simples, assim como consultas online agendadas, por exemplo.

A tendência para pós pandemia é que o atendimento médico à distância seja mais um recurso para o clínica

Nesse sentido, você pode ter ganhos não apenas em termos de faturamento, mas também as clínicas se tornam referência no mercado da região.

Telemedicina na sua clínica

Você ainda não adotou a telemedicina como a prioridade ou, pelo menos, uma opção para a sua clínica?

Se a resposta for positiva, perceba que você está perdendo tempo e abrindo espaço para a concorrência. Além disso, não se esqueça de que, ao menos no momento, a consulta à distância é legal e poderá praticada por aqui.

É uma forma de desenvolver o profissional, na satisfação do cliente e nos seus lucros.

Entre as vantagens, por exemplo, de se usar um bom sistema de gestão, que:

  • centraliza os dados
  • otimiza os procedimentos
  • organiza a agenda do médico
  • evita erros humanos pois os dados ficam no sistema
  •  

Conclusão:

Em resumo, como você pôde ver ao longo do post, o futuro da telemedicina depois da pandemia promete ser promissor. Por isso é fundamental atualizar-se sobre o tema.

Se você ainda não conta com esse tipo de ferramenta, considere o investimento. Pois é um diferencial no período de médio à longo prazo.

Quer dividir esse conteúdo com seus amigos e colegas de profissão? Então, compartilhe em suas redes sociais!